Últimas Imagens

EM MEMÓRIA

Walter Mariano "Vespaparazzi" 1961-2018 (Jacareí)

Membro honorário da SP desde o início de 2011, quando agitava as reuniões e giros da cena do Vale do Paraíba. Participou com sua Vespa M4 verde fosca militar de diversos giros pela região, encontros das quarta-feiras em São José dos Campos, e das seguintes oficialidades de calendário aberto: Circuito das Motonetas de Interlagos, Noite da Motoneta 2011, São Anivespaulo (edições IV e V), IV Encontro Nacional em São Paulo 2013, SP EM 2T (edição São José dos Campos), I Expedição Tropeira Brasil-Paraguai 2012, The Business Road Trip (Paraguai e Argentina 2013), atém de viagens em comboio para Águas de Lindóia, Monte Alegre do Sul, Jambeiro e Monteiro Lobato nos anos de 2011 e 2012. Vespão, como gostava de ser chamado, era fotógrafo rodoviário e sua Vespa era a sua identidade, como se nota, e quem passar pela Balança do Frango Assado ou pelo Trevo de Jacareí na Carvalho Pinto vai sempre lembrar dele. Foi vitima de uma parada cardíaca enquanto trabalhava na Serra do Rio do Rastro (SC).

Elídio Gilberto Sam 19??-2018 (Santos)

O nosso amigo e cicerone raduneiro, participou de quase todos os Radunos da Primavera na Baixada Santista, onde vivia, além do Encontro Nacional de São Paulo e reuniões em nossa antiga Sede com uma inconfundível Vespa M4 1961 repleta de adesivos. Seu sorriso e boa vontade marcaram nossos anos dois-tempistas para sempre. Elidio foi vitimado por um câncer.

Gustavo Delacorte 1986-2016 (Santos)

Membro da SP desde o primeiro ano, embaixador do Raduno da Primavera por quatro edições, viveu em Santos por quase toda a vida, onde fundou a loja Empório Motoneta. Seu último ano foi em São Paulo, quando migrou a loja. Participou dos Radunos da Primavera (edições II, III, IV e V), do São Anivespaulo (edições V, VI, VII e VIII), Girata D'Inverno (edições I, II, III, IV), Acampamento de Verão (edições I e II), SP em 2T (edições 2012 e 2016), Mostra Vespa: Um Ícone Italiano 2014, Encontro Nacional (edições IV, V e VI), diversos Desafios de Motonetas e encontros semanais na Sede da SP. Deixou duas Vespas PX200, uma Lambretta LD, e uma loja especializada no assunto. Foi vitima de um ataque cardíaco fulminante.

Tião 195? +2016 (São Paulo)

Tião ficou conhecido entre nós como o mecânico de motonetas da Avenida Sapopemba, zona leste de São Paulo. Trabalhou na Lambretta do Brasil S.A. e nas autorizadas Jodora durante os anos 60. Dos nossos eventos ele participou do IV São Anivespaulo. Tião era mineiro crescido na capital paulista. Deixou uma Vespa PX200 de uso e diversos chassis e peças. Foi vitimado por um câncer.

Gustavo Ferreira 199? +2015 (Ribeirão Preto)


Gustavo era de Ribeirão Preto e participou do VII São Anivespaulo, ocasião em que realizou essa grande viagem de quase mil quilômetros. Deixou uma Vespa PX200 e uma Lambretta LI. A causa foi suicídio.

Adriano Lemos 1973 +2014 (São Paulo)

Adriano, o Cientista, foi um dos fundadores da SP, em 2010. Era artista plástico, e daí se aventurou nas customizações e pinturas em motonetas na oficina Scooterboys. Esteve na maioria dos encontros da SP: São Anivespaulo (2, 3, 4, 5, 6), III Raduno da Primavera, comboio ao Encontro de Jundiaí 2011, IV Encontro Nacional em São Paulo, SP Scooterfest's, e recepção de viajantes, noites de quinta-feira na Sede do clube. Adriano era pernambucano crescido em São Paulo. Deixou uma Vespa PX200 e uma Vespa M3. A causa foi suicídio.

Luiz de Castro 1931 +2013 (São Paulo)

O paulistano Seu Luiz era entusiasta das viagens de domingo. Contávamos com ele. Esteve nos Radunos da Primavera (I e III), no SP Scooterfest #1, e em viagens para Jundiaí e Mairiporã. Deixou a Vespa PX200 do acidente que o vitimou.

Nenhum comentário: