Últimas Imagens

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

SKAMOONDONGOS NA SP

A noite de ontem, 18 de novembro, vai para os"top of the tops" da nossa história. Simplesmente recebemos em nossa Sede os lendários Skamoondongos, banda de ska da geração anos 90, em grande parte responsáveis pela afirmação da subcultura rudeboy e da música jamaicana no Brasil. Um resumo...

A casa abriu às 17h, quando rolava um Symarip enquanto a equipe se alinhava para receber os visitantes. Havia quase mil pessoas envolvidas na página do evento, pessoas que confirmaram presença ou interesse. A caixa de emails da lista não parava. Telefone e WhatsApp tocando a cada cinco minutos. Expectativa nas alturas. Um pouco depois Bruno Felix (Secilians Sounds) chegou com parte da sua coleção de compactos jamaicanos dos anos 60 e 70, discos raros, especiais, que rodam pelos bailes noturnos da cidade, do país, da América do Sul. Enquanto isso Sonnesso e Fidelis montavam o palco para a big band, com parte do equipamento cedido pelo adoentado Renatinho Delia. Na recepção Koré fazia as honras, com Corazzin e Gabriel Forte e Carol revezando o posto do caixa. Na cozinha Assef, Pastorelli, Vitor Hugo, Russo, Cris e Leika trabalhavam à toda nos cachorro-quentes e nas brejas e afins. China de step na área. Na sala esquerda Diogo Vinícius vendia as peitas que o povo gosta com a Red Tape, e dessa vez também as da SP. Everton Mendes (ABC Reggae Boys) chegava nesse interim para compor o time musical com seus compactos jamaicanos. 


Bom, vamos aos finalmentes: os Skamoondongos. Eles chegavam aos poucos, a banda é composta por oito integrantes: Axl Rude no vocal, Wellington de Mello na bateria, Anderson Buda no baixo,  Pêra no teclado, Anselmo na guitarra, Sonnesso no trombone, Rafael Doddy e Ícaro nos Sax tenor. Curioso foi que entre a passagem de som (às 19h45) e o show (às 20h30), a maioria do público ficou de pé como que num festival guardando o seu espaço cativo, voltados em direção ao palco. Que noite maravilhosa! E o show foi demais, um verdadeiro espetáculo desses monstros do ska nacional. Tocaram seu disco "Segundo", versões de Specials, Mighty Mighty Bosstones, Skatalites, Bad Manners etc. Lá fora muita chuva, e para não matar o povo de calor lá em cima, fizemos a festa de portas e janelas abertas, vide imagens. Valeu cada minuto, cada tune do Bruno Felix e do Everton Mendes, cada peso carregado, suor pingado, cada aperto de mão e abraço. É assim que gostamos de fazer as coisas: entre amigos, inclusivo, na raça, na entrega. E por isso agradecemos imensamente aos envolvidos nisso, à equipe Scooteria Paulista, que procura manter vivo o espírito das coisas que estavam lá nos anos 90, da música independente, da cooperação, do espírito de união e sua prática, e da produção! Bruno Felix e Everton Mendes, muito obrigado, de verdade, vocês são fora da curva! E Skamoondongos, vida longa, que possamos desfrutar de muitas mais matinês dançantes e inspiradoras. 


Vídeos por Fidelis

Nenhum comentário: