Últimas Imagens

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

VII SÃO ANIVESPAULO - Da Festa

A sétima edição da nossa homenagem para São Paulo será em dois tempos: encontro e giro pela manhã, seguido de festa com cantina italiana e música. Essa segunda etapa começa as 13h e termina as 18h, no térreo do edifício TrackerTower, no Largo do Paissandu. E será aberta a todos: amigos, amigos de amigos, pedestres, extra-terrestres, vindo com veículos em geral. A entrada nesse caso será de 5 Reais, com direito a um adesivo do evento. Segue as informações da festa:


9h - Concentração na Caixa D'Água da Vila Mariana (R.Conceição Veloso, 54, quase esquina com a Rua Vergueiro). Somente para Vespas, Lambrettas e Bajaj. Ou scooters realmente de idade, com motores 2 Tempos e câmbio manual. Por favor respeitem a nossa condição. Mas também abrimos uma parte do evento para os proprietários de outros veículos em geral, então com qualquer outro tipo de scooter, motocicleta, carro, bike, skate, helicóptero, disco voador, pode chegar pro fest. Segue:

SÃO ANIVESPAULO FEST

13h no térreo do edifício TRACKERS (próx. Avenida São João, 473, no Largo do Paissandu). Tarde de música, exposição das motonetas, convivência, e cantina. Daqui pra baixo:


Cantina italiana do Pastifício Primo


MARZELA
15h - Show dessa incrível banda paulistana. O quinteto tem influências de ska e early reggae, com bastante melodia e backing vocals. Muitos vespistas por aqui consideram esse disco uma "trilha sonora de Raduno da Primavera". As letras são cantadas em inglês e português. Rodrigo Sonnesso, baixista da banda, é vespista da casa, e junto com o sax Ícaro, toca nos Skamoondongos. Não sabemos o que significa Marzela, mas concordamos que é uma das melhores bandas que existem no Brasil. Estão com o primeiro CD em mãos, lançado pela Crasso Records (S.Paulo) no ano passado, a serem vendidos por 20 Reais. Vale lembrar que a banda filma seu novo clipe, e captará momentos do passeio, da festa e do show. Abaixo um dos clipes:


MODULARES
16h Quando vocês compartilham vídeos com lendários weekends ingleses, lotados de Lambrettas adornadas com faróis e retrovisores, então vocês devem saber do que estão 'falando', certo? Se não, preste atenção!! Modulares é a banda que mais faz pelo movimento Mod brasileiro com atitude e conhecimento de causa. O quarteto paulistano nasceu em 2007, gravaram três EP's e agora um belo compacto de 45 rotações, lançado pela Groovie Records (Portugal) e Discos Além (Brasília). Alguns vão se lembrar que em 2012 eles se apresentaram num dos nossos Scooterfests da Rua Augusta. Jun Santos é vespista de outros carnavais, guitarrista, líder do conjunto. Alguns de nós dividimos muita rua com ele e Os Tralhas Scooter Club, tempo em que o parceiro tocava nos lendários Os Migalhas e Laboratório SP. E da escola mais Punk Mod que já pode ter existido em todo o Brasil, vieram os desmembramentos mil, como o nascimento do São Anivespaulo. Modulares é uma banda forte, pulsante, guitarras pra frente e cozinha pesada. Cantam em português em quase todo o set, e numa delas "as Vespas vêm, Lambrettas vão". Tem uma entrevista esclarecedora no site Vitimas da Op Art. Cenas de um show recente: 




DISK JOCKEYS:
EVERTON MENDES - O jovem seletor, vespista, working class do ABC paulista, membro da SP, também rebatizado de Lewis Hamilton, toca uma vasta seleção de Reggae, Soul e Rocksteady, ritmos que embalaram a Jamaica, a Inglaterra, e o mundo, nos anos 60 e 70, fazendo a trilha daqueles eventos de categoria como o Isle of White, os Scooterfests mundiais, os Mods vs Rockers da vida, e outros mil organizados por crews scooterboys e clubes dois-tempistas de identidade musical.

RUBENS PETERLONGO - Rocker nos anos 80, capitão da barca Trackers (aonde acontece essa festa), lambreteiro desde muito, e professor de música digital, Rubinho faz os paulistanos voltarem ao centro velho de São Paulo, organizando eventos e festas noturnas lá pra cima. "Anivespaulista" desde o primeiro, dessa vez ele ajuda a gente na organização e toca também, com discos e compactos de Acid Jazz, Rockabilly dos 80, e latinidades dançantes.

CINTIA MASCARI - Mod de outros carnavais, DJ também, tem a sua PX andando e ameaça começar a acelerar em breve. Amiga da moçada, sobretudo aqui da casa, Cintia é residente no Garajão do Julião, que acontece ali no mesmo prédio. Nessa tarde de São Anivespaulo ela traz bagagem, recobrando a Swinging London e o saudoso Garage-Punk para escolados e descolados da classe. Quando ela toca todo mundo vai dançar, vá lá também.

MARCIO FIDELIS - Idealizador do São Anivespaulo, o presidente da Scooteria fará um set curto, com sons de SP, do passado e do presente, e uma pequena exposição de capas com motonetas.

ENTRADA: 5,00 (dá direito ao adesivo e cartão postal).
Proprietários de motonetas clássicas 2T não pagam entrada.
SERVIÇO DE ESTACIONAMENTO AO LADO.

*O São Anivespaulo chega ao fim as 18h, quando no mesmo prédio começa outra festa, mas com a mesma pegada. Portanto, quem for em uma, já sobe pra outra depois.

*Frisando que a Concentração e o Passeio Matinal (com subida no Edifício Martinelli) é 100% para motonetas clássicas de motores 2 Tempos e câmbio manual. Caso você não tenha a sua no dia, vá direto almoçar e curtir a festa as 13h no centro.

APOIO OFICIAL:

PASTIFÍCIO PRIMO (São Paulo, Sorocaba, Recife)
TRACKERS (São Paulo)

Nenhum comentário: