Últimas Imagens

quarta-feira, 7 de maio de 2014

V ENCONTRO NACIONAL - OS VIAJANTES DO ARO 10


A Scooteria Paulista dá as honras, com a mão no motor quente, a todos os guerreiros que enfrentaram as rodovias do Brasil e (por que não?) da América Latina, para prestigiar e conviver nesse V Encontro Nacional, dessa vez realizado em Poços de Caldas, sul de Minas Gerais. Pra quem vai rodando, as histórias da viagem são o assunto da vez, pelo menos na primeira noite. Nunca é só acelerar e chegar. A manhecer na estrada, comendo salgado de estufa, pilotando um modelo extinto, sozinho ou acompanhado, com destino a um "scooter weekend", um "raduno", um Encontro Nacional, é quase indescritível. Bom, eu não consigo descrever ainda. Talvez algum de nós poderia.

Dos membros da SP até o momento, foram ao evento os nomes: Marcio Fidelis, Raphael Favero, Fabio Much, Reginaldo Silva/Rose, Marcelo Santana/Valery, Koré/Cris, Gustavo Delacorte/Karla, Vitor Hugo, João Macruz, Diogo Reis, Gabriel, e Luca Perucchi/Peruquinha, Rafa Assef/Fernanda. Das cidades de São Paulo, Santo André, Santos, Ferraz de Vasconcelos e Osasco. Levamos doze motonetas, digo Vespas PX200, 150 Super, Originale, também uma Lambretta LI, e o modelo-step Star4 do "Ernest Vai à África". A qualquer hora falamos disso...


Fizeram as frentes regionais com seus motorinos barulhentos os paulistas do Clube da Lambretta de Jundiaí, do Motonetas Clássicas Campinas e Região, do São Roque Vespa Clube, do Motonetas Clássicas de Americana e Os Intocáveis (Araraquara) . E sem falar do Túlio e Casotti, que subiram nas PX de São Sebastião e São José dos Campos. E ainda os parceiros Guilherme Rocha e Érico, que por solo foram e deram aquela escapada estratégica para visitar o Encontro de Autos Antigos de Campos do Jordão. Lembrando também do Leo Carradori, que pegou uma carona conosco em Atibaia, esfumaçando mais um pouco o comboio da capital na rota por Andradas. 


Agora falemos dos bravos! Alesi Vesparaná decidiu que esperaria em Curitiba os gaúchos do Vale dos Sinos Scooter Club, principal destaque em termos de quilometragem em grupo. Aí está um comboio valente! Formados por Jacque Pacheco, Kiko, Vânia, Paulo Heinz e Ito nas PX200's, por Danilo Lauxen numa Lambretta LI 1963 e pelo Tatu Albertini numa PX200 internacional. O campineiro voltava de uma incrível tour pelo Paraguay, Argentina e Uruguay, além do sul brasileiro, e trazendo na caderneta os "Diários de Motoneta". A turma chegou em Poços acompanhada do campineiro Dário e do andreense Animal Taylor. Três bravos para todos esses, que brincam no desafio, e que desafiam a brincadeira de rodar pra tão longe. (E sim, está tudo resolvido no primeiro papo reto, como manda o coração das pessoas de bem).


E finalmente, como manda a regra, os encontros nacionais também costumam receber, em Vespa, os visitantes internacionais. E dessa vez a surpresa veio de mais longe. Falo do Antônio Braga, português naturalizado brasileiro, e que partiu de Oaxaca, no sul do México, para um tour sem destino nas entranhas da América, e que decidiu fazer um bate-e-volta da Bolívia até Poços de Caldas: "vou lá conhecer essa turma aí"... e veio. Guerreiro de histórias fantásticas, essas que tiveram início aqui mesmo no Brasil dos anos 50, e que ganharam a América, como conta a tradição hibérica.

Uma demorada salva de palmas para todos.

"O segredo da juventude para um homem estão nessas duas coisas: mulher e moto" (Antonio Braga)

SCOOTERIA PAULISTA
Sociedade Dois Tempista

2 comentários:

Anônimo disse...

BRAVO BRAVO BRAVÍSSIMO. SÓ PELAS FOTOS DEU PRA SENTIR A UNIÃO QUE A ESTRADA CRIA. UM DIA QUEM SABE...

PJ LAMMY

ANDRE ORTELAN disse...

É ISSO AI GRANDE FIDELIS.....
COMO JA DISSE ANTES AGUARDAMOS NOVAS VISITAS E QUE NAO DEMOREM PARA ACONTECER...... AGRADEÇO A TODOS QUE ESTIVERAM AKI EM POÇOS NO V ENCONTRO NACIONAL, E ESPERO REENCONTRAR TODOS NO VI ENCONTRO NACIONAL LA EM TAPEJARA ANO QUE VEM.....