Últimas Imagens

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

São Anivespaulo #6 (Parte 2 de 2)

O VI São Anivespaulo foi marcado pela grandiosidade a que o acontecimento municipal alcançou. Quase cem motonetas participaram do evento de oito horas, entre o giro, o almoço e a festa com o show especial dos renomados Gasolines. Vespistas de diversas cidades compareceram, lambrettistas da capital chegaram junto, e no meio da nuvem toda um francês viajante chegou a tempo rodando direto da Guiana Francesa para dar o seu ar da graça: Didier. Segue...



A concentração começou antes das 9h e se prolongou até 10h15, quando definitivamente ligamos os motorinos e partimos. Passamos pelo Doi-Codi / Oban - hoje a 36 DP da Civil -, um dos mais sombrios prédios da história da ditadura brasileira - vizinhos contam que ainda se ouve gritos de fantasmas por lá a noite. Durante todo o percurso os revezamos a ponta, entre o Favero, o China e Leika, Much e eu. Enquanto isso Leo Russo, Turiani e Gi, Delacorte e Karla, Reginaldo e Rose cuidavam das laterais e do ferrolho. Pela Brigadeiro Luis Antônio cruzamos a Avenida Paulista, controlando o comboio para que ninguém se perdesse ou cometesse alguma infração. Quando era preciso, parávamos para represar tudo outra vez. Do Viaduto Maria Paula passamos pela Igreja da Sé, o grande palco das Diretas Já. Eliminando alguns pontos tão necessários quanto em prol de um giro dinâmico, ancoramos mesmo em frente à Pinacoteca, aonde tínhamos espaço, sol e (até) privacidade. Ali reencontramos amigos fazendo reparos nas máquinas. Foi ali a foto oficial. Então Koré e Alan seguiram para a zona leste buscar os equipamentos do show e também a Cris. Meia dúzia precisou partir para seus compromissos. E num enxame cabuloso do tamanho de uma locomotiva partimos da Luz para a Marginal Tietê.


Debaixo de um sol de fritar ovo invadimos mais cedo o pátio da Piazza Zini. O proprietário do complexo industrial, sr. Eurico, nos recebeu com uma caixa gelada e seu discurso de boas-vindas. No início da tarde foi notável que a casa não tinha se preparado de acordo com a nossa divulgação, comprometendo o bom humor de algumas rodas. A equipe da Piazza se desdobrou na cobertura, enquanto a nossa trabalhava de copo cheio. Ainda assim foi fantástico. O lugar é cheio de motonetas e bem lembra uma antiga vinícula ou coisa assim. Distribuímos os cartazes do evento na faixa enquanto a Coot Capacetes e a Borami Camisetas armavam a banca toda. (Quem não pegou o seu cartaz avise, guardei um tanto!). Às 15h chegaria o Gasolines, também os equipamentos. Kanashiro sugeriu o show ao ar livre, e ainda que com possibilidade de chuva, correriam o risco. Diante da parede da fábrica instalei o "palco" dos lendários e na base das maracas o reverb comeu solto: Gasolines. Com eles é jogo ganho: exímios em performance e técnica, médio-veteranos no estilo surf music instrumental, velhos amigos do rock, vinte anos de estrada. Inacreditável tê-lo especialmente em nosso São Anivespaulo.


Nesse meio tempo, pouco a pouco, a turma deixava o bairro do Limão. Uns tomariam a estrada pra casa, outros pro seu bairro. Mais um grande encontro pela cidade aconteceu num dia digno de respeito à classe. Parabenizamos a todos os participantes pela postura, aos voluntários da SP pela conduta, e aos GASOLINES pelo show. E agradecemos aos patrocinadores que fizeram por onde esse dia glorioso acontecer: COOT + SENSORIAL DISCOS + ZINI PIZZARIA + BORAMI CAMISETAS + APR MECÂNICA + FREE WILLY PEÇAS E SERVIÇOS + MATTIOLI LAMBREVESPA PEÇAS + ANTIGA AUTO MECÂNICA. 

Deixamos com vocês o relato do lambrettista e jornalista Flávio Gomes, que detonou no manete e na caneta em seu blog: flaviogomes.warmup.com.br

Que venha mais, que venham os bons!!

Fotos: Gisele Leiva e Gustavo Delacorte 
Relato: Marcio Fidelis

domingo, 26 de janeiro de 2014

São Anivespaulo #6 (Parte 01 de 02)

São Paulo, sua linda! Das tantas comemorações dos 460 anos da cidade, a mais legal foi a nossa. Ah!! Tivesse uma motoneta, tivesse vindo. Nesse feriado municipal vespistas e lambrettistas de vários cantos se fizeram presentes. Além dos paulistanos, recebemos camaradas de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Osasco, Santos, Campinas, Vargem Grande, São Roque, Americana e Saint-Émilion (França)...


... Sim, um francês chamado Didier está dando a volta ao mundo com sua LML e chegou nesse fim de semana rodando para o VI São Anivespaulo. Ao todo chegamos a quase 100 motonetas, entre o passeio e a exposição na Piazza Zini: Vespas PX200, 150 Super (aro 8 e 10), M3, M4, Originale 150, Ape e LX150; Lambrettas LI, MS, Lambrecar, Lambro e TV175; Bajaj Classic e Tuk-Tuk, e LML Star4.


O passeio foi curto: 18 kms percorridos em duas horas. O almoço e a festa foi longa: uma tarde e tanto. Dedicaremos essa semana ao evento mais importante do calendário da SP. São seis anos puxando tropa, parando carros com a mão, invadindo lugares e abrindo caminhos. São Paulo merecia essa tal de Scooteria.

Texto: Fidelis
Fotos: Delacorte

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Zona Sul, 1960


Do acervo do Sr. Laercio para esse blog que comunica. Essa Lambretta Standard é aquela branca que muitos conhecemos. Foi a primeira da sua vida, depois viriam dezenas delas. A foto ao lado é de algum lugar da zona sul de São Paulo. O senhor Laercio já confirmou presença no VI São Anivespaulo. Talvez em Vespa, talvez em Lambretta. E você?


Pra te lembrar que a Concentração do VI São Anivespaulo vai ser na zona sul, no bairro do Paraíso, na Praça Santíssimo Sacramento, na Rua Tutóia, pertinho da 23 de Maio. A sugestão geral é descer a Av.Paulista ou subir a Av.Ibirapuera até chegar na Tutóia. Aqui o MAPA do evento.


VI SÃO ANIVESPAULO
Sábado, 25 de Janeiro às 9h é a concentração e saída.
Almoço e Festa será às 13h no destino final do mapa (Zini Pizzaria).
Show do Gasolines (surf music instrumental)
Venda de camisetas do evento.
Infos: 95497-8344 e 95497-8344

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

SÃO ANIVESPAULO #6

E pelo sexto ano consecutivo aqui estamos para mais uma homenagem à cidade de São Paulo, que completa 460 anos de fundação. Faremos, dessa vez, um roteiro “político”: 50 anos do Golpe Militar de 1964. É importante que fique claro que não é para “comemorar” a idade do golpe, mas sim lembrar a data que nos atirou num período de perseguições e torturas. Preparem suas motonetas, acorde cedo e antes de sair leia com atenção as instruções desse post.


25 de JANEIRO de 2014

CONCENTRAÇÃO: 9h na Praça Santíssimo Sacramento (Rua Tutóia, 1060)
SAÍDA: 9h30 sentido Av.Brigadeiro Luis Antônio.
ROTEIRO: DOI-Codi / Oban / Auditoria Militar / Diretas Já / DOPS / Memorial da Resistência / Presídio Tiradentes. 
CHEGADA / ALMOÇO / FESTA: Pizzaria ZINI - Rua Francisco Rodrigues Nunes, 225
SHOWGASOLINES (surf music instrumental)

*Visualize esse mapa, pois se por acaso você se atrasar ou se perder, no dia é nessa rota que vai nos encontrar: MAPA DO EVENTO

Massas em geral a preços acessíveis, a 200 metros da Marginal Tietê, pertinho da Ponte do Limão. Venda de camisetas do evento, capacetes da Coot pela metade do preço, e outros itens mais. Esse cartaz será distribuído gratuitamente a todos os participantes do evento. Trata-se do encontro mais importante do calendário da Scooteria Paulista, pois fora, outrora, definidor de um novo espírito de classe. Portanto, não fique de fora. Deixamos aqui o nosso agradecimento ao lambrettista Flavio Gomes, quem nos atentou à importância do tema. Até lá!! Faça chuva ou faça sol, o evento vai acontecer!!

Nossos Patrocinadores: COOT + SENSORIAL DISCOS + ZINI PIZZARIA + BORAMI CAMISETAS + APR MECÂNICA + FREE WILLY PEÇAS E SERVIÇOS + MATTIOLI LAMBREVESPA PEÇAS + ANTIGA AUTO MECÂNICA

Arte e textos: Marcio Fidelis

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

SÃO ANIVESPAULO #6


DATA: 25 DE JANEIRO , às 9h
CONCENTRAÇÃO: Praça da Paróquia Santíssimo Sacramento (bairro Paraíso).
TEMA / ROTA: 50 Anos do Golpe de 1964

Somente motonetas clássicas (Vespas, Lambrettas, Bajaj, Iso, Cezeta)
Prepare-se! Confira parafusos, vela, pneus, luzes, documentos. Venha abastecido e calibrado!
Almoço e Festa: ZINI PIZZARIA - Bairro do Limão

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Esses Moços (1966)

Foi em abril de 1966 que o gaúcho José Carlos Sardá tomou sua primeira multa, no Estado do Rio Grande do Sul. Note na autuação que a motoneta tinha placa de SP. Visite o blog Mar e Dumas.


"Manhã de sabado abril de 66, uma tropa de Lambrettas & Vespas com garupas, rumo a Pelotas pra bagunçar nas ruas daquela city. No km 32 daquela rodovia fomos atacados pela Policia Rodoviária Federal. Paramos no acostamento quatro lambrettas e duas vespas, numa fumaceira danada cheirando a óleo de ricino das máquinas 2 tempos. Éramos doze guris ! ¨DOCUMENTOS E HABILITAÇÕES¨ gritou o guarda gordão de bigode ruivo. Olhamos uns pros outros e começamos a tirar os ¨documentos¨ dos bolsos: carteiras do Regatas, do Grêmio Luzitano, do Caxeiral, calendários de mulher pelada, pente Flamengo etc... Dos doze, seis eram menores, o Lanfranco com sua vespa preta e ainda menor de idade chegou pra mim e disse ¨É TUA¨ como fazia um mês que tinha feito dezoito anos, assumi a paternidade da ¨DITA¨ , sem placas, sem documentos, sem Luz, sem... etc. etc... Saquei a carteirinha do Regatas e larguei na mão do guarda, ele me olhou por cima dos óculos e começou a preencher a multa, após um tempo fomos todos liberados, graças a Deus, e seguimos nossa viagem pra Pelotas, mais tranquilos pois naquele dia não seriamos multados de novo.
Trilha: Esses Moços - Lupicínio Rodrigues (RS)

domingo, 5 de janeiro de 2014

Rita Com Tudo de Fora


Helder Paulino apresenta a Rita, sua LI paulistana, no início dos anos 70.

Pra lembrar que dia 25 DE JANEIRO tem IV SÃO ANIVESPAULO, a nossa homenagem à cidade de São Paulo.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

SJC Antigamente #4


Abrimos o ano com mais um registro histórico da página São José dos Campos Antigamente, enviada por Newton Roberto da Silva. Conta ele que a foto foi feita na Vila Betanea, aonde hoje é o Corpo de Bombeiros da cidade. Nesse ano o Vale do Paraíba deverá receber mais um encontro da SP, fiquem atentos na agenda. Para começar 2014: New Year's Eve - Tom Waits.