Últimas Imagens

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

II Brasil-Paraguay


Sim, estamos bem. Decidimos fazer uma viagem lenta, com diversas paradas pelo caminho. Depois de 3 dias de viagem, 1100 kms rodados pelos Estados de Sao Paulo e Parana, chegamos em Foz do Iguacu. Temos muito a relatar a quem possa interessar. O mesmo tambem sobre a Equipe Barra Forte, que esta competindo no Vespa Raid Maroc (Marrocos). As duas frentes da Scooteria, a frente Paraguaia e a Marroquina, chegam em Sao Paulo (e Jacarei) no dia 08 ou 09 de Novembro, quase que ao mesmo tempo. Entao retomaremos com tudo as atividades literarias aqui do blog. Obrigado amiguinhos.


domingo, 27 de outubro de 2013

Desvesperados em Marrocos

Enquanto em São Paulo arrumamos as malas, o Hernán, Vespaparazzi e eu, Fidelis, para a II Expedição rumo ao Paraguay, em Marrocos, a equipe Barra Forte passa por sérios problemas e segue a madrugada de domingo para terça-feira acordados, trabalhando nas Vespas alugadas e mal-preparadas para eles. Nos próximos dias teremos mais infos. Mas fica aqui o texto da Rosa e a nossa torcida para que os nossos amigos e representantes consigam repará-las a tempo. 


"DESVESPERADOS em Marrocos! 3 Vespas preparadas (ou melhor, sacaneadas) para a equipe Barra Forte chegaram sem condição de rodar no Raid, mas uma junta de mecânicos das outras equipes consegue colocá-las em condição de saída amanhã (são 3h e a prova começa às 8h). A Vespa do Bruno foi preparada pelo Tony Iannone, que participou no ano passado, e está ok. 8 horas do porto em Melilla até chegarmos no hotel Chergui em Arfoud, cenário bem louco no caminho. Bom, amanhã contaremos o que rolou..." (Rosa Freitag - Barra Forte Team Brasil)


R.I.P. Lou Reed, thanx for all, wild!!!
The Velvet Underground: Run Run Run

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Almanaque MOTORINO #2


Finalmente saindo o Almanaque MOTORINO #2. Depois de prejuízos irreparáveis com a morte do nosso computador, tivemos que recomeçar do zero todo um trabalho filé que estava no gatilho pra setembro. Ok, saiu como saiu, e nessa edição trazemos muita estrada, curiosidades musicais e um apimentado feminista, sugestionados que estamos por tantas atividades das garotas no asfalto e no chão batido. O lançamento será amanhã, sábado, com a despedida do trio da II Expedição da SP rumo ao Paraguay.

LANÇAMENTO: Sábado 26 Outubro às 17h no Bar do Peppe (Tatuapé)
Endereço: Rua Apucarana (número a confirmar), ela começa na Radial Leste, altura do metrô Carrão.
Shows: Oskarface e Brazilian Cajuns
O Motorino custa 10 mangos.

Dica do Mário Baraçal (que está chegando no Marrocos para o grande Raid):

Humble Pie: 30 Days In The Hole

terça-feira, 22 de outubro de 2013

II Expedição Brasil-Paraguay


Quem se lembra da I Expedição Tropeira Brasil-Paraguay? Agora vem a segunda, e dessa vez Walter Vespaparazzi, que vem de Jacareí, tem duas novas companhias: Hernán Rebaldería, argentino de San Miguel (B.A.) que se tornou vespista em São Paulo, e Marcio Fidelis, eu, quem escreve bastante por aqui. Sairemos às 7h da manhã do bairro do Paraíso (São Paulo) rumo a Encarnación, cidade do sul-paraguaio. A rota compreende grande parte dos Estados do Paraná e São Paulo, o sudeste e sul paraguaio e o norte da Argentina. Conosco (no carro de apoio) o João, cinegrafista da JWT, a agência que patrocina o trio rodoviário. E no carro também o Fabio Much, que terá uma Vespa emprestada do Vespa Club Paraguay e seguirá conosco rodando pelo território estrangeiro. Esperamos também nessa rodagem o trio do Vesparaná Club (PR) que promete descer as motonetas na fronteira e seguir conosco. Do Brasil também é aguardado a turma do Vale dos Sinos Scooter Club (RS), que como sempre, vão rodando. E (torcemos para que) também alguns dos Herdeiros do Passado (RS). 

Saída: 28 Outubro - São Paulo, Brasil
Destino: 01 Novembro - Encarnación, Paraguay
Patrocinadora: JWT
Arte por João Unzer

Essa é uma homenagem do cartunista Nilton Franco à nossa Expedição. E como um bom vespista, reservou um pouco do seu talento para um projeto temático chamado Minha Vespa Amélie.

domingo, 20 de outubro de 2013

Tudo em Família - SJC Antigamente


No Facebook o grupo São José dos Campos Antigamente está a mil. Todos os dias fotos e histórias interessantes repercutem entre três gerações de joseenses e simpatizantes. Dias atrás o Moraes Faria postou lá essa foto aí, da Rua Mário Sampaio Martins. E a prosa rendeu:

Moraes Faria - A menina que está pilotando a Lambretta é minha prima Fátima.
Irineu Domiciliano - Marcia Schulz, além da Fátima Domiciano, você saberia identificar as outras pessoas? Parece que na carona da outra moto é uma da família Campos, lembra? Irmã do Durval, Darcio e Dirceu. Tinham a Dirce e a Djanira.
Marcia Schulz - Sim, atrás da Fátima é a Maria Aparecida, filha do Sr. Maquininha. Não sei quem esta pilotando a outra lambreta, mas quem esta atrás é a Dirce, filha do Sr.Campos. Parece que o menininho lá no fundo é o Alexandre do Alemão. O Chuck achou que fosse eu aí pilotando a Lambretta. Não quis acreditar que era a Fátima!
Carlos Guerreiro - ai Fidelis falei que ia aparecer, olha aí as belezinhas...
Carlos Guerreiro - que ano seria?
José Menino Dos Santos - Juventude transviada.
Carlos Guerreiro - quem tiver mais fotos de motonetas antigas por favor postem, eu faço parte de um grupo de motonetas antigas, dá pra ver na foto do meu perfil rsrs
Irineu Domiciano Filho - Marcia Schulz, tive a mesma impressão de que era você.
Marcia Schulz - não, não era eu nao, acho que nessa epoca ai eu tinha uns 9 anos de idade. Mas realmente a gente era bem parecida.
Marcio Fidelis - Fatima Domiciano, Moraes Faria, vocês sabem mais a respeito dessa foto? de quem eram as motonetas? a Fatima Domiciano era quem pilotava a motoneta nesse dia?
Ricardo Moreira - Que delícia!parece mais um vilarejo nas Minas Gerais, andando de Vespa não precisava ser habilitado ou seja uma traquilidade. Quem me dera se eu pudesse ter vivido nessa época...bom demais!

Vasthi Sezinando Guimaraes - Hoje e artigo de luxo, mais era o "ó" no nosso tempo kkkk.....
Paulo Moraes - Meus avós moraram nesta rua por mais de 30 anos. Pedro Luzi e Tereza. Moraram no nº156. Pedro Luzi Filho...
Pedro Luzi Filho - Morei muitos anos no nº 156 com meus pais... boas lembranças.
Emi Santo - Ai que saudades da lambreta !!!
Maurício Casotti - Tenho uma LAMBRETTA 1962, funcionando, uma delícia pilotá-la.
Avanildes Medeiros - nossa...meu tio morava ai nessa rua! ele tinha joalheria na rua Quinze!
Rosana Barreto Eu morei muito tempo nessa rua desde bebe, nº 391, a casa do meu pai ainda continua lá, ele era conhecido como João Grande e minha mãe Marieta.
Marcia Schulz - Rosana, lembro-me muito bem de uma festa junina que os nossos pais e outros moradores organizaram. A rua foi fechada e enfeitada da sua casa ate' o final, no. 600, da rua, com arcos de bambu e bandeirinhas!! Acho que sua mae foi a noiva. Nao me lembro muito bem pois era muito crianca. O altar, os comes e bebes e a enorme fogueira foi bem em frente a minha casa. Nao sei se voce se lembra disso!!!
Rosana Barreto - Lembro sim, foi isso mesmo minha mãe foi a noiva, tempo bom Marcia Schulz
Luiz Armando Israel - Meu pai Jorge Israel, conhecido mais como Jorge alfaiate, Jorge do bandolim, também teve uma vespa. Era uma delicia passear nela. Uma vez derrapamos na ponte que vai para o Esplanada do Sol, detalhe esta ponte naquela época era de madeira. Sobrou todo mundo no chão...kkkk
Marcio Fidelis - Luiz Armando Israel, você teria fotos do seu pai com a Vespa? 
Luiz Armando Israel - Acho que meu pai tem elas guardadas, vou falar com ele hoje e achando elas eu posto com o ano e onde foi tirada, ok.
Marcio Fidelis - show!!
Maurício Casotti - Meu pai teve Lambretta, porém não tenho nenhuma foto, apesar de na época ter 4 anos, guardo tudo na memória. Tive que comprar e restaurar uma Lambretta e não me arrependo. Excelentes lembranças.

E as histórias não pararam por aí...

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Scooteria Paulista na TLC DISCOVERY (Versão Correta)



Numa certa noite de dezembro do ano passado nos reunimos diante da Cinemateca da Vila Mariana para apresentarmos nossa (velha e ingênua) filosofia de vida em Vespas e Lambrettas. O ato faz parte de uma série de micro-capítulos sobre as subculturas da cidade, programa chamado Cenas Urbanas. Desde que foi ao ar a gente recebeu um monte de e-mails e mensagens de expectadores do canal, alertando-nos de que o áudio (a voz do Marcio Fidelis) havia sido trocada com o áudio de outro vídeo, e eu estava falando sobre motonetas por cima de imagens de shows burlescos, e vice-versa. Solicitamos novamente à produtora o reparo da confusão, e enquanto os norte-americanos identificam o erro, antecipamos pra vocês aqui a versão correta. Desculpe a confusão, em breve no canal TLC Discovery, entre um comercial e outro, você verá o mesmo vídeo em melhor resolução e sem a marca d'água. Agradecemos os saudosos colegas e amigos que estão nessas imagens, alguns já não fazem mais parte da casa, deixando aos que ficaram as boas lembranças desses bons tempos em dois tempos.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

VESPA RAID MAROC 2013

MARROCOS. Na próxima semana quatro paulistanos tomarão o vôo para a Espanha, de onde partirão com mais um monte de gente até Arfoud, uma pequena cidade do sudoeste do país africano. Incrição feita, passaportes em mãos, Vespas reservadas e preparativos na reta final.

Os nomes: Rosa Freitag, Mário Baraçal, Chico Oliveira, Bruno Baptista. O técnico: Celsinho. Eles são a equipe brasileira BARRA FORTE Brazilian Team Vespa, iniciativa que nasceu dos membros da SP: Rosa e Mário. Chico investiu pesadamente na sua PX200 brasileira até aproximá-la dos padrões da competição, e tornou-se assim a peça-chave desse time. Os demais adaptaram suas próprias Vespas e saíram explorando terrenos entre-fazendas e até mesmo a beira-mar. Já o técnico Celsinho é um experiente repórter da categoria Trail, que fará a cobertura completa do evento para as revistas Dirt Action e Moto Adventure


BARRA FORTE Brazilian Team Vespa
Trata-se de um rally de regularidade de seis dias (26 a 31 Outubro), dividido nas categorias masculina e feminina. Há todo um regulamento, equipe e equipamento. Cada piloto devera percorrer cerca de 200 quilômetros diários num arenoso terreno sem sombra e cujo mapa foi desenhado como sendo uma margarida de seis pétalas com o Hotel Chergui no centro da flor. 30 pilotos se inscreveram, com 29 Vespas e 01 Lambretta (próprias e alugadas), representando 5 países (vejam só!) latinos: Espanha, França, Itália, Brasil e Portugal. Por aqui a corrente pra frente já começou. Que a força e a sabedoria os acompanhe a cada dia, e que o nosso talismã dois-tempista leve sorte aos motorinos de 200cc que os aguardam.

Em treinamento...

A DESPEDIDA

Então hoje, quinta-feira, dia 17 Outubro, nos reuniremos em São Paulo, durante a noite, para uma confraternização geral com nossos conterrâneos, celebrando o aniversário da Rosa. Convidamos a todos os scooteristas e leitores para participarem dessa gig na Vila Madalena a partir das 20h. Na rua Harmonia, 305, no Jacaré Grill. A discotecagem é por conta do China tocando os anos 80 pra trás e a entrada é Free.

Essa é pro Barra Forte Team:
The Shadows: Maroc 7

terça-feira, 15 de outubro de 2013

De Frente Para Roosevelt


Essa é uma foto da foto original que está lá num bar da Praça Franklin Delano Roosevelt, em São Paulo. Na esquerda rente a guia, e também sobre o recuo da calçada estão duas Lambrettas LD. Favero nos chamou a atenção para elas nesse sábado a noite quando estivemos por lá "enchendo o tanque". Não sabemos o ano e prometo pesquisar por mais informações nessa semana. Mas ao que tudo indica, comparando a arquitetura do prédio com outras fotos antigas do local, largura da rua, e o contexto aonde encontramos a imagem, é bem provável que seja uma foto da construção de um daqueles edifícios que estão diante da Praça Roosevelt.

Foi  nesse pedaço que num dia do passado ela se apresentou ao vivo:
Elis Regina: Como Nossos Pais

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Pedala (1966)


O fim de semana da criançada chegou. Mário Baraçal nos enviou essa há dois anos atrás, ele o jovem condutor da lambretinha. E nos conta: "a motoneta era de brinquedo, mas andava de verdade, foi a primeira e o maior incentivo, aliás pra toda garotada da época. Essa foto foi tirada em Santos (SP), na Rua da Paz, em Dezembro de 1966. Ganhei a motoneta de presente de Natal dos meus pais. Era um brinquedo de lata, da cia. Bandeirantes (Pedal Car), e funcionava como um patinete".

Essa eu ouvi ele tirar no contra-baixo, do mesmo ano da foto:

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

AUTOCLASICA 2013


Em San Isidro, província de Buenos Aires (ARG), nesse fim de semana acontece mais uma AUTOCLÁSICA, grande expo de veículos de lataria pesada. Da Scooteria Paulista partem o casal Koré e Cris Yummi, e do Poços Scooter Club o casal Alvisi. Lembra aqui no BLOG há um ano atrás? Amanhã a gente linka a trilha deles. Participação oficial do Club de Motonetas Picantes e do Vespa Club Argentina.

Ano passado encerraram o evento, nesse ano estarão agora em tour pelo Brasil. Cris indica:
LOS PRIMITIVOS: Nacido Para Perder

sábado, 5 de outubro de 2013

Primo Carbonari e as Motonetas da Cidade

Primo Carbonari foi um jornalista ítalo-paulistano de muita importância para a história nacional, principalmente a paulista. De 1929 a 1990, com uma câmera sempre à mão ele registrou quase tudo por onde passava: cenas urbanas, arquiteturas, dados, oficialidades do governo, cidades, passagens, pessoas e etc. O Jornal da Globo realizou um especial em 2007, e foi nesse vídeo aqui que localizei aquilo que a gente gosta: um comboio de motonetas rodando, e num dia de garoa. De certo esse não é um comboio qualquer, o contexto do vídeo sugere se tratar de uma frota militar, da guarda municipal ou afins da cidade de São Paulo. É um trecho de dois segundos, mas que multiplica os méritos desse documentarista de nossa cultura e "crescimento". Dê uma checada aos 1min52seg.