Últimas Imagens

domingo, 3 de fevereiro de 2013

São Paulo, Sociedade Anônima

Você está preparado? Está preparado para o SP EM VESPA E LAMBRETTA 2013? Nessa semana a cidade de São Paulo começa a receber pouco a pouco os visitantes de diversos cantos da América do Sul. O argentino Nano Aliaga será o primeiro a chegar, diretamente de Córdoba. O colombiano Brandon Quintero já está em Foz do Iguaçú (PR), e nessa segunda-feira começa a saga até São Paulo com a sua PX200. O Vespa Club Paraguay sairá na quarta-feira para três dias de ritmo forte nas estradas. 
Walmor Chagas e Eva Wilma
Vesparaná Club prepara a sua frota. Lambreteiros Tapejara (RS) já reservou o Motor Home para quase uma dezena de máquinas - devem chegar no sábado ao meio-dia. O Clube da Lambretta de Santa Catarina prepara o Motor Home para suas motonetas. O Vesbretta e o Confraria Vespa Motor Club se reunirão para a última reunião sobre a viagem juntos (rebocados). O Poços Scooter Club terá aqui um membro já no sábado, e outro no domingo cedo. O Confraria Rio Vespa Club vem pela Rodovia Dutra representado pelo seu presidente Leo Dueñas. O Motonetas Clássicas Campinas articula conosco, também com os mais entusiasmados do Clube da Lambretta de Jundiaí. O São Roque Vespa Club está em campanha local e promete expressão no evento. Os Herdeiros do Passado chegarão junto de avião com o Stello e o Cleomar, e com as bandeiras asteadas em surpresas rodantes que vem do Rio Grande do Sul. Clubes e crews paulistas se agilizam também. Da nossa parte, a Scooteria Paulista se mobiliza pela região metropolitana toda, pelo litoral sul, pelo Circuito das Frutas, Circuito das Águas e Vale do Paraíba. Scooteristas clássicos independentes, proprietários e comerciantes contam os dias até o avento mais aguardado dos últimos anos. O SP EM VESPA E LAMBRETTA 2013 promete reunir a maior frota dos últimos tempos, e essa história só será de quem aqui estiver. LEIA AQUI A PROGRAMAÇÃO DO EVENTO.


E falando em motonetas e São Paulo, o filme sugerido acima é uma intensa expressão existencial do homem no meio da explosão da indústria automobilística em São Paulo na virada das décadas de 50 pra 60, nos tempos da Lambretta do Brasil S/A. O crítico Luiz Zanin escreveu: "Além de ainda esteticamente moderno, o longa-metragem captou bem a essência da capital paulista ao mostrar uma cidade fascinante por suas múltiplas possibilidades, mas igualmente perigosa como devoradora de seres humanos”.

No filme, o recém-finado ator e diretor gaúcho Walmor Chagas pilota uma Lambretta LD com a Eva Wilma na garupa, aos 36min.35segundos. Em que estrada teria sido feita a cena? Tempo...
"Começar, trabalhar, tentar ser um homem, esquecer Ana, apagar Luciana, não lembrar-se senão do trabalho, das cinquenta obrigações diárias. Lembrar-se somente das mil chateações diárias do trabalho. Pedaço de uma engrenagem de mais outra e mais outra, e mais outra, numa engrenagem e depois num eixo que devem ser entregues dentro do prazo estabelecido. Mil vezes recomeçar, e recomeçar de novo, recomeçar sempre. Esquecer Ana, apagar Luciana, lembrar-se das cinquenta obrigações diárias do trabalho. Recomeçar, recomeçar e aceitar, aceitar, aceitar. Começar, aceitar, aceitar aceitar..." (do filme São Paulo, Sociedade Anônima, 1965).

SP EM VESPA E LAMBRETTA 2013
(IV Encontro Nacional)
09, 10 e 11 de Fevereiro

Infos com FIDELIS no (11) 95497-8344 e scooteriapaulista@gmail.com

Um comentário:

Anônimo disse...

TENHO QUE ASSISTIR ESSE FILME. AONDE EU CONSIGO ALUGAR? ALGUÉM AÍ JÁ ALUGOU EM ALGUM LUGAR?

PJ LAMMY