Últimas Imagens

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Ranking do Desafio de Motonetas 2012

O Desafio de Motonetas foi uma iniciativa um tanto ousada de Tatu Albertini, comandante do Motonetas Clássicas Campinas. O que era dito até a pouco tempo atrás: "você tem a sua máquina? Quer brincar dentro de uma pista? tem um kartódromo que abriu espaço. Cada um é responsável por si, todo mundo que está lá tem que ser responsável por si acima de tudo, em primeiro o respeito à máquina e ao cara que está do lado dele, depois a diversão e a tentativa de ser agressivo na pista...". Então nessa condição a corrida maluca foi se firmando e chamando a atenção dos mais competitivos pilotos da classe. Pro ano que vem os caras vão bolar umas regrinhas básicas visando a proteção dos pilotos e do evento. Também uma divisão de categorias deve ser estabelecida. Então está aí o ranking da primeira (semi-)temporada - lembrando também que nem todos os competidores participaram de todas as provas:

RANKING DO DESAFIO DE MOTONETAS TEMPORADA 2012.

1° LUGAR - 40 Pontos (Campeões)
Sergio Ricardo Pasqualini (Jundiaí) + Tatu Albertini (Campinas)
2° LUGAR - 37 Pontos (Vice-campeões)
Luiz Gustavo Pagotto Recco (São Paulo) + Raphael Filizola (São Paulo)
3° LUGAR - 31 Pontos
Gustavo Delacorte (Santos)
4° LUGAR - 28 Pontos
Dário Gonzales (Campinas)
5° LUGAR - 24 Pontos
Flavio Barbie (Campinas)
6° LUGAR - 17 Pontos
Aurelio Martimbianco (São Bernardo do Campo)
7° LUGAR - 14 Pontos
Texugo Sereguin (Jundiaí)
8° LUGAR - 11 Pontos
Antonio Silvio (Campinas) + Roberto Mathias (Campinas)
9° LUGAR - 08 Pontos
Eduardo Alvisi (Poços de Caldas/MG) + Erley Jr (Poços de Caldas/MG)
10° LUGAR - 05 Pontos
Marcio Fidelis (São Paulo) + Luciana Silva (São Paulo) + Rodrigo De Agostinho (Jundiaí)
11° LUGAR - 04 Pontos
Murari Jr. (Campinas)
12° LUGAR - 02 Pontos
Leonardo Russo (São Paulo) + Rodrigo Andrião (Ribeirão Preto) + Wlademir Malfatti (Campinas)
13° LUGAR - 01 Ponto
Carolina Louzinha (São Paulo)

Clique para saber mais:

Em termos de velocidade encerramos o ano dando um salto incrível. Os pilotos e equipes estão de fato se empenhando na "mexânica" dos seus motorinos e improvisando condições para fazê-los correr de fato. No caso dos kartódromos, nem só de potência é feita uma boa corrida. Elementos como peso, suspensão, aerodinâmica, espírito e braço são determinantes na briga pela pontuação. Nesse ciclo inicial tivemos a presença portanto dos competidores das cidades de: Campinas, São Paulo, Jundiaí, São Bernardo do Campo, Ribeirão Preto, Poços de Caldas (MG) e Curitiba (PR).

E para encerrar o assunto fique abaixo com uma foto do mestre Carlos Murari, o Rei de Jaú. Durante os anos 60 ele foi um dos maiores nomes brasileiros em corridas de Lambrettas. Tivemos o privilégio de tê-lo conosco em alguns Desafios, assim como a outros competidores de sua época, que enxergam nessa nossa brincadeira um retorno aos melhores anos do scooterismo nacional, de quando qualquer scooter em terras tupiniquins seria obrigatoriamente classificada de "lambreta". 

Carlos Murari (Jaú/SP), a lenda das corridas de rua
Parabéns ao Motonetas Clássicas Campinas pela iniciativa e pelo seu primeiro aniversário, à cada competidor pela coragem e investimento na categoria, e o nosso muito obrigado a cada patrocinador e apoiador dessa veia atípica de scooterismo pitoresco à moda antiga.

Nenhum comentário: