Últimas Imagens

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

A Vespa da Soninha


Agora que acabaram as eleições municipais vale a pena resgatar essa lendária história. Soninha Francine - ex-vereadora, ex-subprefeita da Lapa, ex-VJ da MTV, etc - foi vespista por duas décadas. Na virada dos anos 80 para os anos 90 ela comprou a Vespa PX200 do irmão, e dali em diante tudo o que fazia na cidade era de Vespa. E a associação entre a Soninha e sua Vespa era imediata, ao ponto da própria se tornar um símbolo do seu marketing político. E até hoje nos perguntamos por que ela se desfez da motoneta?

Há três meses atrás ela respondeu no site Ask.Fm: A Vespa "foi-se... Cicloativistas me repreenderam: "Você é cicloativista e usa um veículo que polui tanto quanto um ônibus!". Desapeguei e dei para o meu cunhado, que gosta de restaurar velharias, com a condição de que ele não a usasse..."

Uma pena pois seria um grande prazer tê-la rodando conosco no próximo Raduno da Primavera. Esse discurso sobre poluição não deve sequer passar por perto do antigomobilismo e da preservação da veículos clássicos. Ande nas ruas e perceba quem é que polui mais. Quer uma dica? Olhe para os escapamentos dos caminhões e ônibus. Outra dica? O desmatamento do entorno da cidade. Que bom seria se tivéssemos mais veículos clássicos e elegantes nas ruas, pois eles expressam muito sobre o nosso passado, são museus itinerantes, e mexem com os nossos sentidos, tal como uma intervenção artística. E Soninha, de fato a Vespa lhe cai bem.

Uma história pitoresca sobre ela e sua Vespa foi contada pelo jornalista Flavio Gomes em 2006: http://flaviogomes.warmup.com.br/2006/02/acharam-a-vespa-da-soninha/.

Nenhum comentário: