Últimas Imagens

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

SP Scooterfest #2

Na última sexta-feira, feriado da Independência do Brasil, fizemos aquela festinha no ritmo da Motovespa. 23 delas compareceram na segunda edição do SP SCOOTERFEST, sediada novamente na loja/bar CAOS, da baixa Rua Augusta.


Além das Vespas, uma Perua Wolks/Piaggio personalizada (do Oliver Pereira) fez a frente durante a tarde,  ousado trabalho rueiro. Estiveram presentes os modelos PX200, Originale 150, Super 150, Super “200”, M3 e GT250. O evento teve início às 16h e fim às 20h, com exposição de rua, discotecagem e show.


O DJ China cuidou das pick-ups por duas horas, variando estilos de rua como o Ska, Rockabilly e Soul em grande parte. Na falta do DJ Isbú - que naquela manhã cancelou presença por motivos de viagem a trabalho -, eu, Fidelis, assumi as pick-ups e fiz um set de um pouco mais de uma hora com discotecagem feita exclusivamente em vinil, aonde pesei no resgate dos anos 60, da brasileira Jovem Guarda aos Garage-Punk’s norte-americanos da mesma década, e variações do estilo que vieram depois. Lá pelas 19h o Oskarface subiu ao “palco” improvisado - pois o local não é preparado para shows – e fez ali um dos melhores shows da história da banda, e em 45 minutos de apresentação divertiram não só aos scooteristas presentes como também aos visitantes do evento, que se mostraram surpresos com a qualidade da pornochanchada em forma de música. Destaque para as canções “Lambreta” e “Em Dois Tempos”, apresentada ao público pela primeira vez nessa noite. Vale lembrar aqui que o compositor, vocalista e guitarrista do conjunto é o scooterista Fabio Much, o lendário homem do "Woooow"! Além desses aperitivos trouxemos novamente uma pequena banca com livros do O Aventureiro, camisetas da Scooteria, adesivos da gente e do Much, e camisetas da Vespa e da Lambretta produzidas pelo Much. Nessa estrutura o evento trouxe novidades mais singulares pro grupo, e apresentava suas histórias particulares da terceira temporada de aventuras em 2 Tempos.

Oskarface: Batata, Gabora e Much

Senna, Rafaela, Leo Dueñas e Anderson Ballet
Para a minha surpresa, logo que caiu a noite eis que chega, direto do Rio de Janeiro, o confrade Leo Dueñas e sua namorada Rafaela. Leo é o presidente-fundador do Confraria Rio Vespa Clube, e veio de carro para assuntos dois-tempistas. Leo me trouxe a aguardada camiseta do clube carioca.Tiramos meia hora de boa prosa e deixamos no gatilho uma possibilidade de um evento que envolve as duas partes. E sem se esquecer também da visita do curitibano Marco Busato, irmão do Curita, que esteve conosco no Curitiba em Vespa 2010, e que planeja comprar sua primeira Vespa.

E cito aqui os nomes dos personagens desse SP Scooterfest #2, a Independência do Brasil no ritmo do Rock Nacional: Oliver, Adriano Lemos, China, Senna, eu Fidelis, Afonso Antunes, Carol Louzinha, Fabio Much, Paulo “Devito”, Haine, Rosa Freitag, Mário, Bruno, Anne Dolçan, Luciana Silva, Leo Russo, Rafael Assef, Raphael Favero, Cavera, Rafael Filizola, Fernando Correia, Maneiro/Nívea e o mais novo batizado do grupo: Ricardo Deccó. Sem se esquecer dos desvesperados: Tião, Marcelo Druck, Diego Pontes, o citado carioca Leo Dueñas e o Anderson Ballet. Quem chegou no aro 10 veio de São Paulo, Osasco e Taboão da Serra.


Nos Scooterfests saímos dos tempos da brilhantina para dançarmos com James Brown, Stray Cats, The Pogues e Madness... Quando o Caos abaixou as portas fizemos uma mula por ali e seguimos, em meia-dúzia de remanescentes, para a casa Astronete, aonde o China é residente. E digamos que ali nós encerramos o nosso segundo SP SCOOTERFEST.


3 comentários:

Anônimo disse...

vi nessa semana a propaganda do Caos no Canal History. Que legal amigos, a Scooteria e esse lugar legal juntos é uma dobradinha perfeita.

PJ Lammy

Anônimo disse...

Também gosto muito das festas da Scooteria Paulista no Caos!

Scooteria Paulista disse...

FOTOS:

1, 6 - Senna
2 - Desconhecido
3, 5 - Marcio Fidelis
4 - Desconhecido
7,8 - Leo Dueñas