Últimas Imagens

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Lambretta no Lata-Velha #2

Há três meses atrás diversos blogueiros divulgaram um vídeo comovente do seu Luis Carrieri Filho, o lambrettista de Monte Alto (SP), que devido às suas limitações físicas provenientes de uma paralisia infantil, teve de adaptar uma Lambretta LI 1968 ao seu porte e fizera dela o seu veículo cotidiano. Na ocasião também postei o vídeo aqui em campanha ao nosso herói.  E a partir daí iniciou-se uma mobilização da parte dos scooteristas paulistas. Depois de três ou quatro telefonemas e e-mails, conseguimos doação de peças, mão-de-obra a baixíssimo custo e dezenas de pessoas dispostas a contribuir em dinheiro com a restauração da Lambretta. Alguns moto-clubes também se dispuseram a ajudar, e por baixo já tínhamos tudo o que era preciso. E em meio a toda mobilização o Anderson Ballet contatou o filho do seu Luis, o Edson Carrieri, promotor da campanha "Lambretta no Lata-Velha", repassando a ele a boa notícia. Todavia o rapaz optou por deixar em aberto a nossa ajuda, uma vez que tinha conseguido o contato do Caldeirão do Hulk (Rede Globo), e que insistiria, via Lata-Velha, tanto na recuperação da Lambretta como também numa homenagem pública ao pai. Respeitando a posição do filho, pedimos então para que os nossos amigos escrevessem para o Twitter do Luciano Huck indicando o link do comovente vídeo. Algumas pessoas reclamaram da campanha "Lambretta no Lata-Velha", explicando que a restauração proposta pelo programa de TV está longe de ser uma restauração de fato, e que a oficina do programa costuma modificar tanto a estética quanto a engenharia original da máquina. Concordando ou discordando, o máximo que podemos fazer por aqui é informá-los do que se passa, e mantermos a palavra de nosso total apoio à família Carrieri.

Acima o scanner de uma matéria feita há cerca de dois meses atrás pelo Jornal Cidade Sonho, da cidade de Monte Alto.

Nenhum comentário: