Últimas Imagens

segunda-feira, 2 de maio de 2011

SP no Vale do Paraíba

Em fevereiro de 2010 eu, Marcio Fidelis, topei um trabalho em São José dos Campos e me mudei para cá, com uma mala de roupas, discos, livros, violão e com a minha Vespa. O restante ficou. Durante os primeiros meses procurei pelas Vespas e Lambrettas na cidade e os únicos proprietários que conheci eram veteranos da classe e já haviam encostado suas motonetas na garagem, o mecânico Paulo e o bicicleteiro Sr. Martins. Meses depois num jornal de classificados encontrei uma Vespa PX200 a venda. Contatei o proprietário e fui ver a mercadoria. E foi daí que conheci o Carlos Guerreiro, um veterano lambretista que estava prestes a abandonar o estilo. Naquela noite conversamos sobre motonetas e música, também outros assuntos diversos, mas nos esquecemos da venda da Vespa. E tão logo estaríamos bebendo ao menos uma cerveja por semana no Juke Box Bar em respeito às nossas Vespas.


Por indicação dele procurei pelo Walter Vespaparazzi, e numa manhã de domingo lá estava ele fazendo fotos na Rodovia Carvalho Pinto com sua Vespa M3 e o amigo Eder na PX200. Nesse dia Walter me apresentou Edgard, uma espécie de Professor Pardal, e que na época se dedicava ao novo projeto (mecânico e estético) da sua PX200. O Vespaparazzi também me apresentou um mecânico da cidade e ao garimpeiro Marcos. E por eles todos devo dizer que Jacareí é uma pequena cidade de scooteristas de verdade. Em janeiro o Walter e o Eder desceram com suas Vespas para o Circuito das Motonetas de Interlagos - junto do Antonio e Beth de Moji das Cruzes -, e dois meses depois finalmente unimos as duas cidades - SJC e Jacareí -, com a chegada dos joseenses Belchior - um engenhoso mecânico de motores que motivado em descobrir o funcionamento de um motor de Vespa, comprou uma PX200 – e Maurício – colecionador-restaurador de motonetas que recentemente abriu as portas da sua casa para as reuniões.


Dos últimos seis meses posso dizer que ao lado deles tive a certeza de que esse novo movimento scooterista está no caminho certo. Com o Carlos, nossas Vespas roubaram a cena no Encontro de Antigos e Kustoms de Quiririm - colônia italiana de Taubaté. Com Walter, Eder, Antônio Guerra e Beth realizamos um "raduno rodoviário" entre Jacareí, São José dos Campos, Caçapava e Jambeiro. Também ao lado da dupla de Jacareí começamos o Ano 2 da Scooteria em alto giro, quando tive a satisfação de apresentá-los ao Uitamar e ao Marmirolli em Monte Alegre do Sul. E no último sábado finalmente realizamos o nosso giro em maior contingente. Com o Carlos e eu saindo de São José dos Campos, e com o Walter, Eder e Edgar vindo de Jacareí cortamos, no último sábado, os vales do Vale até o pequeno município de Monteiro Lobato, uma tarde de outono sem igual. Essa viagem mais recente estimulou-nos ainda mais ao prazer de pilotar por estradas, por cidades, por caminhos diferentes da rota rodoviária. E no entremeio disso tudo as reuniões de quinta-feira eram a desculpa perfeita para um giro até o velho Juke Box Bar para encontrar os amigos, beber uma cervejas com fritas, e conviver em Vespa*.

E com essas lembranças na mente deixo a cidade de São José dos Campos. Depois de um ano por aqui vejo que minha missão foi cumprida, no sentido de que pude contribuir de fato para a união de parte dos scooteristas locais. Sentirei saudades das quintas-feiras no Juke Box Bar, dos amigos Carlos, Walter, Eder, Edgar, Belchior, Maurício e Fabrício. O pessoal é foda! Confesso, me emocionei mais tarde com as palavras de amizade e carinho desses marmanjos. A mais divertida é que “deixei todo mundo grávido e agora estou indo embora”. Mas uma coisa é certa, aqui fiz amigos e tenho casa pra dormir, então aqui estarei com a freqüência de um scooterista rodoviário. As reuniões deverão continuar agora sob o estímulo de uma organização local, entre o Juke Box e a casa do Maurício. Eu certamente estarei no Vale do Paraíba nas semanas pares ou ímpares, pois além do meu compromisso com os Scooteristas Paulistas do Vale, agora mais do que nunca tenho amigos aqui, amigos para sempre.

Para os vespistas e lambreteiros da região do Vale do Paraíba, convidamos a todos para confraternizarem as Vespas e as Lambrettas nas quartas-feiras do Juke Box Bar de São José dos Campos, ou nos giros entre-cidades. Contatos pelos telefones: Carlos Guerreiro (12 9729-0443, SJC); Maurício (12 9711-7060, SJC); Walter Vespaparazzi (12 7814-6289, Jacareí). Informações gerais no email: scooteriapaulista@gmail.com
[Fotos por Vespaparazzi]
[Texto por Marcio Fidelis]

7 comentários:

Scooteria Paulista disse...

Para visualizar mais fotos procure nos arquivos de 22, 28 e 30 de abril de 2011 da sessão Motos no site www.vespaparazzi.com.br

Gustavo disse...

Quantas Vespas será que temos em SP? A cada dia aparecem mais...

Anônimo disse...

é o milagre da multiplicação dos peixes

Leo_Dueñas disse...

Só de PX200 já me disseram que a conta das produzidas no Brasil beirou 180.000. Mesmo que muitas tenham se perdido pelo caminho, há ainda um número enorme de encostadas nas garagens de seus donos, esperando apenas um scooterisa gregário lhe bater a porta. Ainda mais em SP, onde a maioria foi vendida.

Me identifico em muito com o seu trabalho de formiga em difundir e reavivar o scooterismo local, Fidelis. Ainda não consegui levar os marmanjos de cá para a estrada, mas saiba que o momento está próximo. O nosso maior concorrente, domingos ensolarados de praia, estão escasseando e o friozinho do inverno carioca será o nosso pulo do gato para aumentar o grupo circulante na Rio Vespa.

Peço paciência, mas o projeto de um encontro Rio-São Paulo está nos meus planos para ainda este ano. Vamos torcer para tudo ir dando certo!

Abraço,
Leo
http://motonetaseafins.blogspot.com/

Scooteria Paulista disse...

Valeu Leo, atiça o pessoal sim, imaginem que do Rio pra Niterói, pro Sean Jordan isso foi uma voltinha na quebrada. Um abraço da fumaça da Dutra!!

Marcio Fidelis

A MOTO E EU disse...

Mudei-me recentemente para São José dos Campos e tenho uma PX200. Gostaria de me enturmar com o grupo para passeios e bate-papos. Refiz toda a parte mecânica da vespa e agora preciso melhor o visual.

A MOTO E EU disse...

Complementando comentário: Meu nome é Bleiner, telefone: 39348701 ou 82167838