Últimas Imagens

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

I Raduno da Primavera - Descendo a Serra #2


Em São Vicente fiquei um pouco surpreso com o ritmo dos carros e motos nas ruas. Antes de sairmos de São Paulo o Cristian já havia alertado que o litoral estaria cheio, pois um dia antes havia descido de carro até o Guarujá e no caminho enfrentou o velho conhecido congestionamento da baixada. Fato fora do comum porque tivemos dois feriados extensos no mesmo mês, e nesse fim de semana do raduno o terceiro feriado do mês caiu no sábado. Havia sentido para tanto 'turismo'? Mas o diferencial foi o calor que fez a partir da quinta-feira. Ali então quando o trânsito engarrafava nos espalhávamos pelos corredores em meio aos carros, dominando para não sermos engolidos. Um caos feito com elegância. Em dado momento paramos uma avenida de três pistas para que todos os scooteristas passassem em segurança. Na foto abaixo Andreas, Daniel/Gisele, Seu Arthur e Alex, que a alguns meses foi e voltou do Chile com essa Vespa PX200 cinza junto de outros vespistas paulistas.





Gostaria de fazer aqui um agradecimento especial ao Anderson (Lambretta Brasil) e ao seu pai Sidney pela cobertura e apoio no Raduno da Primavera. De fato o carro o tempo todo atrás do comboio nos deu segurança na retaguarda. Por isso faço novamente um apelo: quer nos acompanhar mas não tem ou não pode usar a sua motoneta clássica? Venha de carro! Assim desfrutamos da sua companhia enquanto você nos ajuda. 

Fotos e texto por M.Fidelis

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

I Raduno da Primavera - Descendo a Serra #1



Ainda no início da Rodovia dos Imigrantes, na altura de Diadema, sentimos que o comboio apresentava dois ritmos distintos. A maioria das PX200 desciam na média de 80km/h enquanto as Lambrettas LI e a Vespa M3 permaneciam nos 60km/h. Naturalmente então o grupo se dividiu em dois pelotões: o primeiro com as urgentes tendo o Reginaldo/Rose como guia, e o segundo com as contemplativas, comigo (Fidelis) no controle. Na foto abaixo, ao velho estilo ítalo-paulista, os lambretistas Cristian Nucci e Marcelo Canto parlando...parlando...parlando...


Descer a Serra do mar é como pilotar nas nuvens. O tráfego é frenético e por mais lento que você esteja, há uma força gravitacional que te puxa como a uma correnteza para o mar. Passamos cerca de 20kms trocando neblina por fumaça. A Rodovia dos Imigrantes possui 14 túneis como esse distribuidos nos seus 60kms, e passar por eles em meio à fumaça de um comboio de motonetas provoca um efeito onírico delirante nas pessoas. 


O primeiro pelotão já estava na metade de um cigarro quando chegamos na Ponte Estaiadas, em Cubatão. Aqui de fato se iniciaria conceitualmente o desenho circular o I Raduno da Primavera. Dentro de 15 minutos entraríamos em São Vicente, a 'cellula mater' dos municípios brasileiros.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

I Raduno da Primavera - A Concentração


Um belo sol de primavera apareceu nesse domingo às 7h. No decorrer do dia ele se esconderia atrás das nuvens, mas o calor foi ideal até o fim da tarde. No Largo do Arouche quase 20 motonetas se reunia para o I Raduno da Primavera, um passeio original e pulsante. Era 8h50 e estávamos sedentos pela viagem.


Só que faltava um, o seu Arthur. Decidimos segurar o comboio e esperar por ele, pois sabemos que ele é um senhor pontual, aventureiro e que valoriza as atividades da classe. Seus setenta e tantos anos de idade não o impede de realizar ao menos três viagens por mês. Ele chegou às 9h15. Foi quando ligamos os motores e partimos fazendo uma grande fumaça pelas avenidas São Luis e Viaduto Maria Paula até o primeiro posto Esso, aonde encontramos outra parte dos raduneiros. 




Essa foto acima representa um pouco do estilo à paulista dos passeios. Em geral as esposas e namoradas são muito bem quistas nos encontros. Acima estamos no marco-zero da cidade de São Paulo: a Igreja da Sé. Já na foto abaixo estamos na Avenida dos Estados, nas proximidades do Ipiranga. Um grande dia, marcante e que promete repeteco. 


A maioria já estava conosco quando saímos do perímetro urbano. Paramos então no Frango Assado, no início da Rodovia dos Imigrantes, afim de acertarmos os últimos detalhes. Nisso me ligou a esposa do Andrey perguntando pela gente. Ele nos esperava com sua PX já na auto-estrada. Na foto, ela, a mais nova scootergirl dos passeios, a Luciana, uma garota de opinião e que pilota a sua PX200 todos os dias na grande cidade. Nesse momento eu havia contado 19 motonetas no comboio. No início da viagem alguém me disse pelo vento que havia contado 22. Passava das 10h quando enfim rumamos Serra abaixo.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

terça-feira, 16 de novembro de 2010

I RADUNO DA PRIMAVERA



NÓS VAMOS INVADIR SUA PRAIA!!

Para não passar em branco a mais romântica das estações, a Scooteria Paulista (rede de scooteristas de SP) e a Free Willy (oficinas e peças) novamente une forças para mais um levante rumo às auto-estradas. Trata-se do I RADUNO DA PRIMAVERA, um vespasseio pelo litoral sul de SP. O objetivo é realizarmos um giro vespístico à italiana por duas das mais belas paisagens rodoviárias de SP, a Rodovia dos Imigrantes e a Rodovia Anchieta. Chegando em São Vicente faremos o trajeto pela orla santista até as praias do Guarujá, nosso ponto de chegada. A beira-mar desfrutaremos o momento por 2 ou 3 horas. A diversão é livre.

DATA: 21 NOVEMBRO 2010 SAÍDA de São Paulo: Largo do Arouche no domingo às 8h30 rumo à Rodovia dos Imigrantes. CHEGADA à São Paulo às 17h30 pela Rodovia Anchieta.

PRA QUEM É DA BAIXADA SANTISTA Vamos reunir as turmas em 3 pontos: 1.Ponte Estaiadas (Rod. Imigrantes na altura de Cubatão) entre 10h e 10h30 - 2.Ponte Pênsil (São Vicente) das 11h e 11h30. 3.Parada final no Guarujá, região da Praia da Enseada (a definir), por volta das 13h.

SOMENTE VESPAS (E LAMBRETTAS)!!!! Dúvidas e informações: contato@scooteriapaulista.com.br Free Willy: (11) 3223-9029. Scooteria: (12) 7815-6384


*Em caso de chuva a viagem será adiada. Em caso de tempo nublado o evento acontecerá normalmente. Em caso de sol, leve seu protetor e sua tanga.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Romeiros de Itatiba (1965)



Essa é uma colaboração do camarada Fabinho Boss, da Rádio Canibal de Itatiba. Ele encontrou esse registro no Arquivo do Jornal de Itatiba (SP). Bons tempos os das romarias do interior paulista, a oportunidade ideal para antigos vespistas do aro 8' reunirem suas máquinas na pista e com um objetivo comum.

domingo, 7 de novembro de 2010

Lambrettas e Vespas no Encontro Paulista de Autos Antigos de Águas de Lindóia






Em abril desse ano aconteceu na belíssima Águas de Lindoia o XV Encontro Paulista de Autos Antigos, o maior encontro de clássicos do Brasil. No domingo dia 18 liguei minha Vespa e fui, motivado a prestigiar o evento, representar a SP e divulgar o Curitiba em Vespa. Estavam presentes as unidades da Lambretta LI, Standard e duas Xispas, assim como duas Vespas M4, uma ou duas PX em meio aos carros e a minha Originale 150. Apesar do evento ser totalmente voltado ao antigo-mobilismo as referências da classe estavam lá, com as motonetas citadas, os materiais comercializados em cinco ou seis stands e duas ou três oficina de restaurações. Além disso, nas ruas ao redor do evento contei duas Lambrettas LD a venda, uma Vespa M3 e PX200. Nesse dia cravei 380kms de rodovia, dividindo asfalto com dezenas de carros clássicos de todo o Brasil, e recortando uma das mais belas paisagens do interior paulista, a do Circuito das Águas. 




Fotos e texto: Fidelis

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

III Encontro de Motos Antigas e Lambrettas da Lapa



Hoje pela manhã o Shopping Center Lapa entrou em contato com a SP, convidando-nos para participar da terceira edição do encontro local de Lambrettas, no dia 21 de Novembro. Acontece que nesse mesmo dia faremos o I Raduno da Primavera, a viagem pela baixada santista. Mas para quem não puder participar do Raduno conosco, fica a dica.

Para expor a sua Lambretta cadastre-se até o dia 16/11.
Serão aceitas motos e motonetas fabricadas até o ano de 1980.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Lambrespa Festival 2009










A um ano atrás organizamos - Fidelis e China - na cidade de São Paulo o 'I LAMBRESPA FESTIVAL - O Dia de Diversões do Scooterista' -, que aconteceu numa tarde de sábado no salão de festas do Vegas Club, uma casa noturna da famigerada Rua Augusta. O evento contou com o apoio direto e em espécie da gravadora Ordinary Recordings e da restauradora Lambretta D'epoca. Nessa tarde a trilha sonora ficou por conta dos DJ's China, Braga, Fidelis, Debbie e Monika, alternando, nessas seis horas de evento, temas do Northern Soul, do Garage-punk 60', do Garage Revival, do Mod Revival, do Ska, Rocksteady e Oi. Por volta das 20h30 subiu ao palco o conjunto Oskarface, apresentando seus temas cômicos do cotidiano nos subúrbios. Cerca de 30 scooters clássicas passaram pelo local. Pelo que recordo se fizeram presente os modelos Lambretta LI's, Cynthia's e MS, os modelos Piaggio Super 150, variações da PX200, a Originale 150, a MP3 e o modelo indiano Bajaj Classic. Tendo sempre como foco o scooterista, o sujeito-piloto, apresentamos parte desse infinito universo da cultura scooter através da exposição de quadros, posters, revistas, livros, miniaturas, vídeos, músicas, curiosidades, e artigos de scooter clubes internacionais etc. O evento foi nota 10 e teve um caráter inédito no Brasil, coerente com o nosso cotidiano sobre o aro 10. Como extensão do conceito do Lambrespa Festival criei o Twitter @lambrespa aonde desde então passei a compartilhar informações e links sobre cultura scooter. Trata-se dessa barra lateral à direita nesse blog, atualizada diariamente afim de estimular a reciprocidade e o entendimento dessa apaixonante 'subcultura popular'.