Últimas Imagens

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Destino Curitiba #1

Durante os próximos dias vou compartilhar com vocês a experiência da nossa viagem ao Curitiba em Vespa 2010, quando percorremos 1100kms num total de 3 dias. Pilotando fomos nós: Emerson Mestrinelli, Arthur Gildo, Marcio Fidelis, Lovercy & Alda (mais o Itamar, que se juntaria a nós pelo caminho).




Deixamos a Padaria do Estadão às 6h30 da manhã do sábado, entre o café e atrasos enquanto decidíamos por qual estrada viajar, pois o seu Arthur havia fechado o motor da sua PX200 na véspera, precisamente três horas antes. E por isso pediu-nos que optássemos pela Castelo Branco, um caminho mais longo todavia seguro e de relevo regular para um motor, digamos, quase novo. (Juntou-se a nós uma mobilete estilo chopper, com seu piloto Taboca, que iria arriscar tudo nessa viagem. O Lovercy apelidou a Moby de "Super 100", a super cem noção, da foto acima. Sem dúvida a sua presença nos deu confiança, pois entendemos que ainda somos meio normais. Sua mobilete estava com motor preparado, mas não tinha placa, também não tinha documentos, e seu segundo tanque era uma garrafa de Coca-Cola pet 2,5 litros adaptada... com um vazamento crônico pingando sobre o motor, tampado por um pano enrolado. Ele arriscaria tudo nessa viagem, inclusive a vida de todos hauahuaua... PS: Ressalto que o Taboca e sua Moby foi a única excessão aberta da SP, pois o nosso empenho é voltado à reunião somente de scooters clássicas. Ainda na saída de São Paulo a sua Moby apresentou problemas, e ele ficou). Seguimos então em quatro Vespas rumo à Sorocaba, aonde o Itamar se juntaria a nós com a sua "Super Super 200". Levava comigo, além de roupas e peças, um velho notebook, na intenção de informar ao leitor os dados sobre o evento em tempo real - puro engano! Quem num encontro desses encontra tempo de tratar fotos e escrever?
Afim de evitar atrasos dentro de Sorocaba avisei ao Itamar, que vinha de Americana (SP), para que nos encontrasse na Igreja Matriz de Salto de Pirapora, a cidade seguinte. Puro engano, pois acabamos cruzando Sorocaba por dentro para garantir combustível.



Passava das 8h30 quando entramos na Rodovia Raposo Tavares. Dali dobramos para a Rod João Leme dos Santos, aonde avisei ao Itamar via rádio para que nos encontrasse na saída de Salto de Pirapora sentido Pilar do Sul afim de ganharmos tempo. Puro engano, pois passamos no quarteirão de baixo da Igreja. Enfim, depois de duas ou três lombadas já estávamos novamente na estrada, e sem o Itamar. Passei o rádio pra ele ali no começo da Rod Pedro P de Melo: "Saimos de Pirapora, cadê você Itamar..." / "Estou aqui esperando, vocês devem ter passado por mim e não me viram..." / (Isso é impossível) "Então segue na rabeira que estamos chegando em Pilar do Sul". 



Chegamos no portal da pequena Pilar do Sul por volta das 10h, tentando algum sinal no Nextel para falar com o Uitamar, que devia estar perto. Ansiedade e preocupação fritavam no médio sol da manhã. Mas tudo fica bem quando estamos entre homens bons.


(Obs: o Marmirolli seguiu por outra rota com a sua Lambretta no carro e também participou do evento)

Fotos e Relato por Marcio Fidelis
Sábado, 04.Setembro.2010

4 comentários:

Scooteria Paulista disse...

Fotos 2, 3 e 5 de Fidelis.
Fotos 1, 4 e 6 de Emerson.

a disse...

Com todo o respeito: caralhooooooooooo

Sem palavras e muitos parabéns.Espero que em 2011 eu faça parte da turma.

Ass: Afonso, o invejoso

Scooteria Paulista disse...

hehehe valeu Afonso. Também faço votos para que sim. até lá. MF

Leo_Dueñas disse...

Essa do Itamar e sua discretíssima Vespa terem que ir tirando o atraso na marra eu não sabia. Guerreiro mesmo!

Essa viagem de vocês foi um barato, preciso arrumar um parceiro para ir junto comigo do Rio para a partir de São Paulo seguirmos todos juntos na próxima vez.

Abraço,
Leo