Últimas Imagens

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Considerações Sobre os Scooteristas no "Curitiba em Vespa 2010"

Todos chegaram em suas casas são e salvos: Velhas scooters e seus condutores. Estamos em estado de graça. O Curitiba em Vespa enfim aconteceu, e foi maravilhoso. Um inédito encontro de estradas que se tornou desde o início do ano um enorme desafio em diversos sentidos: o conceito, a divulgação, a organização dos comboios locais, e ao mesmo tempo, o preparo das Vespas para uma viagem nada fácil, sem contar os gastos financeiros. Para o Jack, Ito e Coca, os "da casa", a responsabilidade do itinerário e da programação do evento fora o desafio maior, que talvez possua tanto peso quanto a viagem que realizamos. E já adianto que o itinerário foi sensacional, do Centro Cívico à Morretes.

Esse foi e está sendo o ano em que o scooterismo brasileiro subiu de nível. Os pilotos e grupos se aproximaram, alguns talvez tenham mudado a sua maneira de pensar e certamente não se arrependeram. Ficou pra trás aquela velha imagem do domingueiro, do tiozinho que "tem uma vespinha", do rolê bairrista, do velho discurso: "Vespa é pra você curtir de vez em quando, ela não agüenta tanto". Quantas vezes eu ouvi isso até de quem tem uma... Hoje eu respondo: "a Vespa agüenta, quem não agüenta é a bunda (ou o bundão) em cima dela”.
Nós de SP quilometramos 1050 kms de estrada, e 150 kms no evento, em Curitiba e em Morretes. Os gaúchos fizeram mais asfalto ainda, pois cruzaram Santa Catarina até o Paraná, somando 1500 kms de rodovia. Os catarinenses fizeram questão de rebocar as suas belas Lambrettas para rodarem na estica em Curitiba. Um carioca guerreiro representou o seu estado numa PX curitibana. E os Curitibanos representaram a sua cidade com uma bela banca. E todos deram o seu melhor durante o ano, seja divulgando o evento, agitando a cena local, sugerindo idéias, criando materiais (como adesivos, faixas, bandeirolas, bottons, vídeos etc), ou seja preparando suas scooters para esse grande dia. Graças ao trabalho local, de pessoa por pessoa, o Curitiba em Vespa foi o sucesso que foi. Estava presente quase 50 scooters clássicas, quase que todos os modelos já lançados no Brasil. E elas todas rodando, na estica, fazendo muita fumaça e muito barulho por onde passava. Nesse momento ainda que eu tente lhes descrever como foi esse encontro, seria impossível dar conta, pois foram tantas as informações, as aventuras, as sensações, os fatos, as pessoas, os lugares, as provações, e a convivência, que toda a minha narrativa seria puramente emocional. Faço questão de apresentar-lhes essa fotografia com quase todos os scooteristas do evento pois o que mais contou aqui foi a atitude pessoal de fazer por onde para chegar lá.

Durante esse mês de setembro esse blog estará ‘fechado’ para as fotos e informações sobre esse encontro e a nossa viagem representando o Estado de São Paulo. Agradeço a todos que valorizaram e apoiaram o nosso primeiro grande encontro de estradas, principalmente as oficinas Free Willy e Scooterboys pela ajuda em espécie. Pela atitude e coragem parabenizo os paulistas Emerson, Itamar, Arthur Gildo, Lovercy & Alda, que encararam, ao meu lado os tabus das rodovias que pegamos. Deixo aqui um enorme abraço com as melhores recordações para:
Scooteria Paulista (SP)
Curitiba Vespa Lambretta Clube (PR)
Confraria Vespa Motor Clube (RS)
Vesbretta (RS)
Clube da Lambretta de Blumenau (SC)
Alucinados Por Lambretta (SC)
Blog Motonetas & Afins (RJ)
Blog Vespasur (Colômbia)
Broncos Rockabilly (PR)
E a todos os scooteristas que estando ou não vinculados a algum grupo ou clube, fizeram o possível e o impossível para participar do Curitiba em Vespa 2010.
Agora vou dormir o sono dos justos. E que venha o próximo desafio rodoviário.

Marcio Fidelis.

5 comentários:

Scooteria Paulista disse...

Foto de Emerson Mestrinelli.

Anderson disse...

PARABENS MARCIO!

Todo o empenho e dedicação. Fiquei muito triste de não poder comparecer fisicamente, mas cada hora eu olhava no relogio e pensava onde as Vespas e Lambrettas estavam queimando a estrada. Mas, o ano que vem tem mais e esse eu nao perco!
Abracos
A.

ApobrePaulista disse...

PARABENS!
Querido, voce é foda, guerrero mesmo!
Graças a Deus deu tudo certo!
abraços,
Diane

Marco Antonio disse...

A cidade de Curitiba ficou ainda mais bonita neste feriado!
A cidade toda sorriu enquanto as Vespas passavam!
Valeu Marcio & a todos que participaram!
Abraços!
Marco.

Scooteria Paulista disse...

Obrigado Anderson, Diane e Marco. A batalha das Vespas não deve parar hauahuahua.