quinta-feira, 22 de setembro de 2016

SANTO ANDRÉ EM TONS DE CINZA


Essa foto foi postada pela Maria Claudia na página do Facebook "Santo André ontem e hoje", que conta: "Efigenia, esposa de Gerson Dória na Vila Guiomar (IAPI) decada de 50. Foto gentilmente cedida pelo filho, André Doria."

domingo, 28 de agosto de 2016

RELÂMPAGO: SOUL JUNKIES NA SCOOTERIA PAULISTA

Nessa quarta-feira dia 24 organizamos uma festa relâmpago em nossa Sede. E foi simplesmente a noite mais divertida no âmbito doméstico. Esse registro conta por si:


Me sentindo imensamente grato pela apresentação de uma banda desse calibre em nossa pequena Sede na "velha Mooca". Os SOUL JUNKIES são da capital argentina, são sete músicos, dois lambrettistas (Siambrettistas...), já cativos da casa: a voz de ouro Waldo Ruffin, com a Nina Wood, que como diria Ivan Lins, da "risada mais gostosa". E o timasso: Roly Tallarico, Maca Alvarado, Gaston Domke, Ramiro Nanclares, Fioro e Martin Adrian. Que time!

Muito obrigado a todos os que se importaram e foram, e levaram a sua colaboração, do jeito como gostamos de fazer: na raça. Valeu Diego Pontes e Cintia Sixtie pelo suporte todo à banda, Leonardo Russo e Gabriel Corazzin pelos corres nas internas, Gabriel Forte e Carol Saravalli pelo bar, Chico Oliveira pela logística, Marcelo China pelo ampli, Antena ZERO pelo projeto cosa nostra, Elisse Carillo e a Dona Rosa pelo espaço, e à SP pela união. Parabéns Raul Fiuza e Bra Zales pelos incríveis Dogs HOT ROD DOG!! E por fim, ao Тиаго Родригес pelo registro dessa noite, que ficou lindo.

Keep the faith. É por aí! Valeu geral!

domingo, 21 de agosto de 2016

SCOOTERIA PAULISTA NO PROGRAMA "COMO SERÁ" / TV GLOBO

No início de agosto foi ao ar a reportagem que gravamos para a TV Globo, programa Como Será. O apresentador Alexandre Henderson visitou a nossa casa, trocamos uma ideia e demos um rolê no bairro da Mooca, num desses sábados de inverno. Assista no link abaixo a matéria:




Participaram da reportagem os membros da casa: Sr. Artur Biscaia, Peixinho, Chico Oliveira, Vitor Hugo, Leonardo Russo, Gabriel Corazzin, Flavio Mendonça e filho, Koré, Diogo Vinícius, Adriano Stofaleti, Gabriel Forte, Carlos Volpato, Afonso Antunes, Fernando Pastorelli, Caio Cesar, Marcio Fidelis, e o convidado Sr.Daré. 

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

GARAJÃO DO JULIÃO

GARAJÃO DO JULIÃO - Nesse domingo as 16h na Trackers (Largo do Payssandu) vai rolar uma matinê imperdível, com as bandas SOUL JUNKIES (ARG - Soul Music), Modulares (Punk Mod) e Gasolines (Surf Music), mais DJ's com os plays nessa linha. 2 Tempista entra com a motoneta no salão e não paga entrada. Ou paga 20. Vamos direto da estrada!!!

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

XIII ENCONTRO DA LAMBRETTAS, VESPAS E MOTOS ANTIGAS "DOMINGOS TONINI"

Nesse domingo acontece em Jundiaí o VIII Encontro de Lambrettas, Vespas e Motos Antigas "Domingos Tonini". Ou seja, simplesmente a mais tradicional confraternização da classe, organizada pelo Clube da Lambretta de Jundiaí. Estaremos lá!


E como manda a tradição, quem puxa esse comboio da capital são os amigos da Free Willy Moto Peças, com o nosso apoio, dos amigos e agregados. A saída será as 9h em ponto do Largo do Arouche, bairro República.

Certifiquem seus documentos, elétrica, parafusos das rodas. Previsão de chegada lá as 11h. Volta prevista para as 14h30. Dúvidas: 11 3223-9029.

Importante: Leve 1 kg de alimento ou 5,00 Reais de entrada.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

IV GIRATA D'INVERNO E GRANDE ELENCO

Ontem, 31 de Julho, vivemos uma nova experiência em motonetas clássicas e históricas; o maior comboio rodoviário já realizado. Simplesmente recebemos cerca de 80 delas na IV GIRATA D'INVERNO. E dessa vez o destino era o centro histórico de Santana de Parnaíba, cidade necessária da formação do Brasil, berço dos bandeirantes, outrora quase capital do Estado de São Paulo. Contarei abaixo o meu ponto de vista de tropeiro, ou puxador de tropa...


Por Fidelis

A saída estava marcada para 9h da manhã do Posto ao lado da Ponte de Limão, na Marginal Tietê. No mesmo horário em nossa Sede a equipe da Discovery Turbo recolhia os equipamentos das filmagens que rolaram bem cedo na casa para o programa Turbinados. Estávamos em 18 motonetas. Quando chegamos no Posto, as 9h30, fomos surpreendidos com uma frota "digna de São Anivespaulo". Alguém saiu para a contagem e voltou com o número 65. Cumprimentei a todos, troquei uma ideia rápida com quem pude, e reuni a tropa para um briefing sobre o evento e o comboio. 


Era tanta gente que vai ser impossível lembrar de todos agora, mas tentarei: Leonardo Russo, Vitor Hugo, Gabriel Corazzin, Koré, Favero e Tânia, Marcelo Santana e Guilherme, Diogo Reis, Gustavo Delacorte, Caio Cesar, Gabriel Forte, Daniel Turiani e Gisele, Afonso Antunes, Fernando Pastorelli, Diego Pontes e Cintia, Carlos "Peixinho", Guilherme "Guiba" Rocha, Eliseu Beneti, Carlos Volpato, Diogo Vinicius, Vanessa Amado e Nano, Samuel Charelli e Illa, Rodrigo Sonnesso, Adriano Stofaletti, e eu em Vespas e Lambrettas, e o Reginaldo Silva com a Rose no carro de reboque, falando aqui dos membros do clube. E dos amigos e participantes em geral vamos lembrando e adicionando aqui nos próximos dias: Marcelo China, Oliver Pereira, Andreia, Goo Alemão, Nano Aliaga, Animal Taylor e Larissa, Alex Monteiro, Gabriel "Vesparock", Fernando Correia, Romano Garotti e esposa, Túlio Parodi, Paulo "De Vito", Ricardo Deccó, Brenha, Robson, João, Daniel Orellana, Claudio, Wagner Casanova, João Medeiros, Gabriel Marinelli, André Ventura, Haine Luersen, Maverick, Sergio... Há muito mais nome aí, e que me perdoem todos eles mas de imediato não vou lembrar. E junto o ilustre vespista alemão Christian, em sua P200E 1978 californiana, na etapa final de uma viagem de São Francisco à Buenos Aires. 

Chris (Alemanha) e John Silva (Colômbia)

As 10h30 passávamos pelo pedágio da rodovia Castelo Branco. A barulheira dos motores chamava a atenção dos motoristas. Foram 20 kms de estradão até a última entrada de Barueri, que daria acesso à cidade-destino. Nesse meio-tempo alguns tomaram o caminho de volta, o retorno, por motivos familiares e afins. É muito gratificante quando acontece essas do cara aparecer pelo menos na concentração, ou em qualquer parte, para saudar os presentes, o evento, a organização. Quando chegamos no centro histórico da cidade haviam mais. Estava o Clube da Lambretta de Jundiaí, com o Serginho Pasqualini e o Rodrigo D'Agostinho, e mais. Também os camaradas de Salto: Celsinho e Maurício. Também os campineiros Beto e o Sergio. E é disso que o povo gosta: domingos de sol, todo mundo na parada, uns kms de estrada.




Vinte minutos após a foto oficial chegaria o Motonetas Clássicas Campinas, com Tatu, Dário, Alessandro Soave, Chiquinho, Spina e o colombiano viajante de volta à SP em Vespa: John Silva, dessa vez numa GT300. Por lá a equipe de filmagem tentava captar o máximo de detalhes das motos, e os pontos-chave dos depoimentos de todos sobre seus históricos e vivências da subcultura. Como até o momento manda a regra, cada qual escolheu seu bar e "crew" para passar o almoço, entre algo gelado e umas porções para manter o ritmo em alta. O centro histórico de Santana de Parnaíba é um patrimônio arquitetônico inestimável. É se confundir no tempo, passível de se imaginar em qualquer período da Belle Époque, ou até mesmo do Brasil-colônia, a depender do ângulo que se vê os pedaços da cidade. E como citado, aqui estão as duas placas gringas que temperaram a nossa Girata.










Passamos bem, era dia de sol e boas energias entre as partes. A partida estava marcada para as 15h, e antes dela metade dos presentes já tinha adiantado a volta. Levar as crianças pra casa não seria tão difícil como trazê-las, salvo um erro de caminho na Marginal Tietê puxado por um dos nossos. Tudo em casa! E por fim foi tudo chique, tão lindo quanto no ano anterior.

Bem amigos e camaradas, o nosso editorial aqui anda com o tempo bastante restrito, e por isso não estamos dando conta dos detalhes. Portanto fica aqui tal registro geral desse encontro maravilhoso, que vocês deveriam guardar com todo carinho na lembrança pois a nossa cena é o nosso maior patrimônio, do meu ponto de vista, até mais do nossas motos todas na garagem.

Nos sentimos privilegiados a cada vez que desfrutamos de momentos como esse, sobretudo "em casa". É só estando nesse bolo para entender. Fora disso tem muita teoria que ainda não sabemos se funciona de verdade. Para nós integridade, trabalho, paixão e olho-no-olho define!!

(PS: Domingo agora acontece o mais tradicional encontro da categoria, em Jundiaí. Infos gerais na quarta-feira por aqui).

Agradecimentos especiais aos apoios:

Fotos por Romano Garotti, Fidelis.